22 março 2010
  Ditadura gay
coluna GLS publicada na Revista da Folha em 21/03/2010

por Vange Leonel


Tempos atrás escrevi sobre um caso de perseguição a uma jogadora lésbica na comunidade de jogos on- line XboxLive. Após o episódio, a Microsoft, fabricante do console e dona do site, pediu ajuda ao Glaad (associação contra a difamação de gays na mídia) para formular uma regulamentação para inibir os ataques homofóbicos.

Há poucos dias, o novo código de conduta do XBoxLive foi atualizado. Agora, jogadores poderão adotar apelidos usando as palavras gay, lésbica, hétero, bi ou transgênero sem medo de serem admoestados. Aquele que usar estas ou outras palavras para ofender a orientação sexual de outro jogador poderá ser banido da comunidade virtual.

Muitos acham esse tipo de regulamentação desnecessária e ridícula. Dizem que é chatice politicamente correta. Outros, mais paranoicos, acreditam que é mais um sintoma da "ditadura gay" que se alastra pelo mundo.

Não riam. É sério. Quando surge na internet alguma notícia sobre visibilidade de gays na TV ou falando de direitos (iguais, e não especiais) para homossexuais, leio algum comentário infeliz aludindo à tal "ditadura gay".

Pois bem: sabe a licença maternidade que é garantida por lei à trabalhadora que teve filho? Se não fosse um bando de feministas comunistas (que hoje seriam chamadas de chatas), você (ou sua mulher) não teria direito ao tempo remunerado para cuidar do bem mais precioso do capitalismo: o próprio produtor de capital. Sei que reclamar é chato. Mas é preciso. E o Brasil não é Uganda (ainda).

© Folha de S.Paulo

Marcadores:

 
Comments:
é um absurdo ainda precisarmos lutar por nossos direitos, e ainda por minimos detalhes.
 
muito bom!
 
Cara Vange,
Acompanho sua coluna e admiro a batalha que você vem empreendendo há tanto tempo. Todavia, creio que os objetivos que você tem às vezes acabam por se perderem de vista, dando lugar a uma defesa de interesses de um grupo.
Os 'paranóicos da ditadura gay' em geral caem na tacanhice sobre esse assunto, mas fundam essa mentalidade em um conceito legítimo: garantir direitos universais é uma coisa, criar privilégios legais é outra.
Assim, não vem ao caso a comparação com a licença maternidade e muito menos a insinuação de que esses 'conservadores tacanhos' são frutos do capitalismo.
Grato pela paciência. Faço votos de que Deus a ilumine e que você não mais justifique o certo (como quase sempre faz)com argumentos errados (como às vezes faz).
 
Vange Leonel,
meu nome é Carol Barra e sou uma apreciadora muito grande da literatura lésbica. Atualmente li dois de seus livros: "Grrrls - Garotas Iradas" e a peça "As Sereias da Rive Gauche". Escrevo uma coluna sobre cultura para o site lésbico Livre Arbitrio e nessa semana decidi falar sobre a peça que você escreveu. Estava procurando algumas fotos para botar no post e por sorte me deparei com esse blog. Não tinha como deixar de vir aqui e dizer o quanto seus livros me interessaram e me apresentaram a obras e mulheres fantasticas! Fico muito feliz em saber que posso acompanhar um pouco mais do seu trabalho por esse blog. E alias se você tiver algum tempo e interesse em escrever algum texto para o site Livre Arbitrio ficariamos altamente agradecidas! Não achei seu email então mandei por comentario mesmo, espero que não se importe. Mais uma vez parabéns pelos seus textos fantasticos!
 
Menina,é brincadeira, eu quando era garoto achava que na era de aquárius, o mundo estaria em harmonia, e o ser humano seria o centro de tudo.

Mas continua igual o capital ainda é o centro, e as pessoas não evoluíram tanto quanto eu acreditava, ainda se vê tribos de nazistas por aí.

Pessoas loucas que enxergam ditadura gay em cada esquina.


José Carlos
 
Não tenho nada a esconder. Não sei por que meu comentário (de Março 30, 2010 10:03 AM) saiu anônimo.
 
Postar um comentário



<< Home

Minha foto
Nome:
Local: São Paulo, SP, Brazil

Cantora, compositora, colunista GLS e proto-escritora. Lésbica e feminista. Atualmente assina a coluna GLS da Revista da Folha no jornal Folha de S.Paulo e a coluna "Vange Leonel" no Mix Brasil.

mais informações:
BLOG Home
MySpace
Twitter


Vange Leonel

Criar seu atalho







ARQUIVOS
Novembro 2005 / Dezembro 2005 / Janeiro 2006 / Fevereiro 2006 / Março 2006 / Abril 2006 / Junho 2006 / Julho 2006 / Agosto 2006 / Setembro 2006 / Outubro 2006 / Novembro 2006 / Dezembro 2006 / Janeiro 2007 / Fevereiro 2007 / Março 2007 / Abril 2007 / Maio 2007 / Junho 2007 / Julho 2007 / Agosto 2007 / Setembro 2007 / Outubro 2007 / Novembro 2007 / Dezembro 2007 / Janeiro 2008 / Fevereiro 2008 / Março 2008 / Abril 2008 / Maio 2008 / Junho 2008 / Julho 2008 / Agosto 2008 / Setembro 2008 / Outubro 2008 / Novembro 2008 / Dezembro 2008 / Janeiro 2009 / Fevereiro 2009 / Abril 2009 / Maio 2009 / Julho 2009 / Agosto 2009 / Fevereiro 2010 / Março 2010 / Abril 2010 / Setembro 2010 / Outubro 2010 / Novembro 2010 / Fevereiro 2011 /






LIVROS
Balada para as Meninas Perdidas
Grrrls - Garotas Iradas
As Sereias da Rive Gauche




MEMÓRIAS DE UMA MULHER MACACA
Capítulo 1
Capítulo 2
Capítulo 3
Capítulo 4
Capítulo 5
Capítulo 6
Capítulo 7
Capítulo 8
Capítulo 9
Capítulo 10
Capítulo 11
Capítulo 12
Capítulo 13
Capítulo 14
Capítulo 15
Capítulo 16
Capítulo 17
Capítulo 18
Capítulo 19
Capítulo 20
Capítulo 21
Capítulo 22
Capítulo 23



CDs
Vermelho
Vange
NAU



TEATRO
As Sereias da Rive Gauche
Joana Evangelista



WEB
Mix Brasil
MOJO: Atrás do Porto...





Radio Liberdade
















BLOGS FAVORITOS
Cilmara
VAE
Marcia
Elisa
Pedro






Creative Commons License
Reproduçõees do conteúdo deste blog só serão permitidas se estiverem de acordo com as regras estabelecidas pela Creative Commons Attribution-NonCommercial 2.5 License.

Os textos da Coluna GLS, têm copyright da Folha de S.Paulo e só poderão ser reproduzidos sob permissão da empresa.




Powered by Blogger