18 julho 2006
  Páginas da vida
A rede Globo e o autor da novela "Paginas da Vida" se desculparam pelo depoimento mostrado ao final do capítulo no último sábado.

Explico: a produção da novela (a exemplo da primeira temporada de "Sex and the city") grava depoimentos de cidadãs anônimas que são exibidos ao final de cada capítulo. No sábado, 15 de julho, eu estava amargando uma ressaca brava em casa e já me irritava com os moralismos de alguns personagens da novela quando, de repente, uma surpresa: o depoimento de uma senhora negra de 68 anos sobre quando descobriu o orgasmo. Eis a transcrição:

"Esse negócio de as pessoas dizerem que tem de gozar junto, no mais popular, que tem de gozar junto e que é isso que faz neném...quer dizer... Isso é tudo mentira. Porque eu fiquei dos meus 14 aos 45 anos sem saber o que era isso. Para mim era tudo normal: o homem terminava, eu terminava também. Só com os 45 anos eu ganhei... eu fazia coleção de discos de Roberto Carlos, eu ganhei um LP que tinha a música 'Concavo e Convexo', não sei se saiu direito, 'Côncavo e Convexo'. Então eu botei a vitrola, que era daquelas antigas, e fui dormir. E simplesmente, gente, quando eu acordei, eu estava com a perna suspensa e a calcinha na mão, e toda babada. (pausa) Aí foi que eu comecei a comentar com as amigas. Falaram assim: 'Poxa, você gozou'. Aí que eu vim saber o que era o gozo. Moral da história: eu sou uma pessoa com 68 anos que o homem para mim não faz falta. Eu mesma dou o meu jeito."

Achei o depoimento corajoso, informativo, potente e intuitivamente feminista. Estou estupefata é com a reação adversa de espectadores e alguns setores da mídia. Os que se chocaram pelas crianças presentes na sala deveriam procurar uma atividade melhor para fazer com os filhos em vez de assistir TV. Aos que se incomodaram por outros motivos eu pergunto: incomodou saber sobre a descoberta do orgasmo de uma mulher negra de 68 anos que não corresponde ao padrão de beleza? se fosse uma loira de vinte e poucos, incomodava? ou incomodou mais saber que ela não sente falta de homem e se dá prazer?

O prazer feminino mais uma vez é empurrado para dentro do armário.
 
17 julho 2006
  O melhor remédio
coluna GLS publicada na Revista da Folha em 09/07/2006

por Vange Leonel

Dizem que quem ri de si e das adversidades do mundo vive mais. Pessoas que não levam a vida a ferro e fogo e fazem piada com seus próprios infortúnios talvez escapem mesmo de um destino sombrio. Otimistas e pessimistas podem até passar pelas mesmas experiências difíceis, mas, se é verdade que forjamos nosso destino (ou parte dele), aqueles que sabem rir suavizam a queda e seguem mais leves.

Rir de si e da realidade é especialidade do site Fake Gay News. Debochando da sociedade preconceituosa, da direita religiosa ou da própria comunidade gay/lésbica, os colaboradores do site inventam notícias baseadas em fatos correntes. Manchetes do tipo "Bush culpa caminhoneiras pela crise do petróleo" ou "Pingüins GLBT exigem inclusão e fazem sua própria marcha" convivem com notícias que satirizam os próprios homossexuais como "Estudo: filhos de casais gays são tão irritantes quanto filhos de casais heterossexuais".

Claro que, como qualquer tipo de humor, nem todas as piadas funcionam e muitas dependem de familiaridade com as culturas gay, lésbica e norte-americana para serem entendidas. Aqui no Brasil, poderíamos inventar outras manchetes: "Deputada assume ter escondido dinheiro, mas nega que a cueca seja sua" ou "Cantora bi diz que ainda vai ser hexa". Afinal, tentar rir para não chorar ainda é o melhor remédio.

© Folha de S.Paulo
 
07 julho 2006
  Pipis
Jane Fonda, em sua autobiografia "My life so far", sobre a primeira vez que invejou o pirulito do irmão quando eram crianças:

"I was furious that Peter could whip out his little penis and write his name in the snow, so I tried to do the same by taking off my panties and running as fast as I could with my legs wide apart, trying to spell "Jane" as I peed. Needless to say, It was indecipherable - and I got very cold."

Pra mim, tudo começou na banheira, quando eu e meu irmão brincávamos de submarino e o dele tinha periscópio. Hoje em dia não invejo porque sei o valor e o potencial do meu parque de diversões. Além disso, possuo alguns periscópios anexáveis de cores e formatos variados para usar como e quando bem entender.
 
03 julho 2006
  Joana Evangelista reestréia em julho
Minha peça "Joana Evangelista" (mais detalhes no post abaixo) irá reestrear no próximo dia 4 de julho. Ficará em cartaz por tempo indeterminado lá no espaço 2 dos Satyros (Praça Roosevelt, 124), sempre às terças e quartas às 21 horas.

Escrevi o texto inspirada na saga da heroína Joana D´Arc. Mas minha Joana não luta com exércitos. Ela é médica ginecologista e diz operar abortos sob comando divino. Sua espada é seu espéculo. Sua vocação para a heresia, contudo, continua a mesma.
 

Minha foto
Nome:
Local: São Paulo, SP, Brazil

Cantora, compositora, colunista GLS e proto-escritora. Lésbica e feminista. Atualmente assina a coluna GLS da Revista da Folha no jornal Folha de S.Paulo e a coluna "Vange Leonel" no Mix Brasil.

mais informações:
BLOG Home
MySpace
Twitter


Vange Leonel

Criar seu atalho







ARQUIVOS
Novembro 2005 / Dezembro 2005 / Janeiro 2006 / Fevereiro 2006 / Março 2006 / Abril 2006 / Junho 2006 / Julho 2006 / Agosto 2006 / Setembro 2006 / Outubro 2006 / Novembro 2006 / Dezembro 2006 / Janeiro 2007 / Fevereiro 2007 / Março 2007 / Abril 2007 / Maio 2007 / Junho 2007 / Julho 2007 / Agosto 2007 / Setembro 2007 / Outubro 2007 / Novembro 2007 / Dezembro 2007 / Janeiro 2008 / Fevereiro 2008 / Março 2008 / Abril 2008 / Maio 2008 / Junho 2008 / Julho 2008 / Agosto 2008 / Setembro 2008 / Outubro 2008 / Novembro 2008 / Dezembro 2008 / Janeiro 2009 / Fevereiro 2009 / Abril 2009 / Maio 2009 / Julho 2009 / Agosto 2009 / Fevereiro 2010 / Março 2010 / Abril 2010 / Setembro 2010 / Outubro 2010 / Novembro 2010 / Fevereiro 2011 /






LIVROS
Balada para as Meninas Perdidas
Grrrls - Garotas Iradas
As Sereias da Rive Gauche




MEMÓRIAS DE UMA MULHER MACACA
Capítulo 1
Capítulo 2
Capítulo 3
Capítulo 4
Capítulo 5
Capítulo 6
Capítulo 7
Capítulo 8
Capítulo 9
Capítulo 10
Capítulo 11
Capítulo 12
Capítulo 13
Capítulo 14
Capítulo 15
Capítulo 16
Capítulo 17
Capítulo 18
Capítulo 19
Capítulo 20
Capítulo 21
Capítulo 22
Capítulo 23



CDs
Vermelho
Vange
NAU



TEATRO
As Sereias da Rive Gauche
Joana Evangelista



WEB
Mix Brasil
MOJO: Atrás do Porto...





Radio Liberdade
















BLOGS FAVORITOS
Cilmara
VAE
Marcia
Elisa
Pedro






Creative Commons License
Reproduçõees do conteúdo deste blog só serão permitidas se estiverem de acordo com as regras estabelecidas pela Creative Commons Attribution-NonCommercial 2.5 License.

Os textos da Coluna GLS, têm copyright da Folha de S.Paulo e só poderão ser reproduzidos sob permissão da empresa.




Powered by Blogger