31 março 2008
  Dilema de estrela: sair ou não do armário
coluna GLS publicada na Revista da Folha em 09/03/2008

por Vange Leonel

Ela nunca disse com todas as letras: "Sou lésbica". No entanto, os rumores sobre a homossexualidade da atriz Jodie Foster persistem. Discreta, nas duas vezes em que engravidou, não revelou nada sobre os pais das crianças ou se foram geradas por inseminação.

Ao contrário das celebridades que ostensivamente enviam aos jornais informações detalhadas de suas rotinas, Foster não faz alarde de sua vida particular. O que não quer dizer que se esconda dentro de um quarto de pânico.

Quem quiser saber se ela é lésbica só precisa juntar lé com cré. Seus filhos se chamam Charles Bernard Foster e Kit Bernard Foster. O nome de sua sócia (e suposta namorada há 14 anos) é Cydney Bernard. Aliás, a atriz agradeceu à sua "companheira na alegria e na tristeza" durante uma premiação em dezembro do ano passado, atitude interpretada por muitos como uma saída do armário.

Enfim, especulações sobre a sexualidade de astros e estrelas sempre renderam manchetes. Agora o assunto é a suposta homossexualidade de Ellen Page, jovem atriz de "Juno". Como resposta bem-humorada à boataria, Page participou na semana passada do programa "Saturday Night Live" no papel de uma menina masculinizada, que tem tudo pra ser lésbica, mas, sem noção, jura que não é.

Alguns fãs viram nisso uma saída do armário. Será? Vai saber. Ela pode ser hétero, lésbica, assumida ou não. Cada um sabe se sai, quando sai e como sai do armário. O mais importante Page já fez: mostrou que sabe rir de si.

© Folha de S.Paulo

Marcadores:

 
27 março 2008
  Memórias de uma Mulher Macaca - capítulo 3
Na noite anterior à inseminação, a cientista teve um sonho estranho. Ela estava na usina de Chernobyl, vertendo ânforas de água gelada para esfriar um reator incandescente. Em vez do avental do laboratório, vestia um tecido enrolado ao corpo, como aquelas figuras romanas estampadas em vasos antigos... (continua).

no Mix Brasil, mais um capítulo da minha science-lesbo-fiction-web-novel, Memórias de uma Mulher Macaca.


Marcadores:

 
19 março 2008
  TV para quê?
coluna GLS publicada na Revista da Folha em 24/02/2008

por Vange Leonel


Esse negócio de ligar a TV e esperar o início do novo capítulo do seu programa preferido está com os dias contados. Uma nova geração de aficionados não espera mais que seus seriados prediletos e filmes ansiosamente aguardados sejam exibidos na telinha ou na telona.

Afinal, para quê esperar se podem adquirir DVDs piratas oferecidos nas ruas? Aliás, nem é preciso sair de casa. Pode-se comprar temporadas inéditas e completas de séries populares em camelôs eletrônicos que anunciam seus produtos pirateados em e-mails vindos sabe-se lá de onde.

Mas, se o fã não é muito fã de pirataria, ainda assim pode dispensar as redes de televisão. É relativamente fácil baixar filmes e seriados via internet, por meio de programas como eMule ou Torrent, se você tiver uma banda suficientemente larga e uma certa flexibilidade moral. A discussão sobre a legalidade desse tipo de download para uso próprio está na ordem do dia, com gente boa e séria defendendo os dois lados da questão.

Enfim, o preâmbulo é para dizer que fãs de séries ou filmes GLS que demoram a passar ou jamais chegarão ao Brasil têm na web um oceano de possibilidades: desde episódios fresquinhos da série lésbica "The L Word" até esquetes do divertido humorístico "The Big Gay Sketch Show".

O telespectador pode, assim, desfrutar de entretenimento "lesbo-gay" para além do magro cardápio oferecido pela TV.

© Folha de S.Paulo

Marcadores:

 
17 março 2008
  Memórias de uma Mulher Macaca - capítulo 2
Tudo começou quando o relógio biológico de uma cientista louca despertou ao completar quarenta anos de idade. Após décadas dedicadas ao trabalho incansável em laboratório, ela percebeu que desejava ser mãe... (contiunua)

lá no Mix, o segundo capítulo da minha saga da Mulher Macaca.


Marcadores:

 
08 março 2008
  8 de Março - Mulheres do MIT
Em 1994, três professoras do prestigiado MIT (Massachusetts Institute of Technology), Nancy Hopkins, Lotte Bailyn e Lorna Gibson, resolveram mostrar, em números, como o machismo podia operar de maneira sutil mesmo entre intelectuais ditos "esclarecidos".

Para descobrir por que as mulheres cientistas quase nunca ocupavam cargos decisórios, obtinham sucesso ou recebiam salários equivalentes aos dos colegas homens, as três investigaram a fundo os mecanismos da discriminação... (continua)

Quer saber mais? continue lendo meu texto para o dia internacional da mulher lá no Mix Brasil.
 

Minha foto
Nome:
Local: São Paulo, SP, Brazil

Cantora, compositora, colunista GLS e proto-escritora. Lésbica e feminista. Atualmente assina a coluna GLS da Revista da Folha no jornal Folha de S.Paulo e a coluna "Vange Leonel" no Mix Brasil.

mais informações:
BLOG Home
MySpace
Twitter


Vange Leonel

Criar seu atalho







ARQUIVOS
Novembro 2005 / Dezembro 2005 / Janeiro 2006 / Fevereiro 2006 / Março 2006 / Abril 2006 / Junho 2006 / Julho 2006 / Agosto 2006 / Setembro 2006 / Outubro 2006 / Novembro 2006 / Dezembro 2006 / Janeiro 2007 / Fevereiro 2007 / Março 2007 / Abril 2007 / Maio 2007 / Junho 2007 / Julho 2007 / Agosto 2007 / Setembro 2007 / Outubro 2007 / Novembro 2007 / Dezembro 2007 / Janeiro 2008 / Fevereiro 2008 / Março 2008 / Abril 2008 / Maio 2008 / Junho 2008 / Julho 2008 / Agosto 2008 / Setembro 2008 / Outubro 2008 / Novembro 2008 / Dezembro 2008 / Janeiro 2009 / Fevereiro 2009 / Abril 2009 / Maio 2009 / Julho 2009 / Agosto 2009 / Fevereiro 2010 / Março 2010 / Abril 2010 / Setembro 2010 / Outubro 2010 / Novembro 2010 / Fevereiro 2011 /






LIVROS
Balada para as Meninas Perdidas
Grrrls - Garotas Iradas
As Sereias da Rive Gauche




MEMÓRIAS DE UMA MULHER MACACA
Capítulo 1
Capítulo 2
Capítulo 3
Capítulo 4
Capítulo 5
Capítulo 6
Capítulo 7
Capítulo 8
Capítulo 9
Capítulo 10
Capítulo 11
Capítulo 12
Capítulo 13
Capítulo 14
Capítulo 15
Capítulo 16
Capítulo 17
Capítulo 18
Capítulo 19
Capítulo 20
Capítulo 21
Capítulo 22
Capítulo 23



CDs
Vermelho
Vange
NAU



TEATRO
As Sereias da Rive Gauche
Joana Evangelista



WEB
Mix Brasil
MOJO: Atrás do Porto...





Radio Liberdade
















BLOGS FAVORITOS
Cilmara
VAE
Marcia
Elisa
Pedro






Creative Commons License
Reproduçõees do conteúdo deste blog só serão permitidas se estiverem de acordo com as regras estabelecidas pela Creative Commons Attribution-NonCommercial 2.5 License.

Os textos da Coluna GLS, têm copyright da Folha de S.Paulo e só poderão ser reproduzidos sob permissão da empresa.




Powered by Blogger