21 dezembro 2006
  Luzinhas no fim do túnel
Hoje lá no Mix Brasil o tema da minha coluna quinzenal é o espírito de Natal. A pauta natalina é óbvia, mas quis aproveitar o momento para falar de algo que há muito tempo me incomoda: "a corrente do foda-se". Se quiser entender o que chamo de "corrente do foda-se", leia a coluna, veja se concorda ou não. É só clicar AQUI.
 
18 dezembro 2006
  Tarda, mas não falha
coluna GLS publicada na Revista da Folha em 10/12/2006

por Vange Leonel


Enquanto o Legislativo brasileiro se omite sobre a união entre pessoas do mesmo sexo, o Judiciário arregaça as mangas e trabalha no vácuo deixado pelo Congresso. Nos últimos anos, uma série de decisões judiciais vem garantindo direitos e deveres a casais homossexuais, abrindo novas jurisprudências.

Recentemente, uma decisão judicial permitiu a um casal de homens gays registrar na certidão de nascimento da filha os nomes de ambos como pais adotivos. Até então, a adoção era concedida ao indivíduo homossexual e não ao casal. A diferença pode parecer sutil, mas não é. O reconhecimento de um casal homossexual como entidade familiar pode arruinar, ao menos juridicamente, os argumentos contrários ao "casamento gay".

Assim, cada vez mais, a Justiça concede pensões a viúvos gays e viúvas lésbicas pela morte de seus companheiros, permite que um homossexual casado inclua o parceiro como dependente em seu plano de saúde e garante visto de permanência a cônjuges estrangeiros.

Mas, para assegurar esses direitos, é preciso que o casal comprove sua união estável. No intuito de agilizar esses processos, o Ministério Público Federal, há poucos meses, autorizou os tabeliães do Estado de São Paulo a registrar documentos referentes à união civil entre pessoas do mesmo sexo. Os cães da intolerância podem até latir, mas a caravana do bom senso segue seu caminho.

© Folha de S.Paulo

 
04 dezembro 2006
  Sexonambulismo
coluna GLS publicada na Revista da Folha em 26/11/2006

por Vange Leonel


Especialistas em distúrbios do sono vêm estudando um tipo curioso de sonambulismo: a "sexsomnia", ou sexo durante o sono.

Há alguns anos, uma dona de casa na Austrália foi diagnosticada com a doença depois que o marido a flagrou transando com um estranho. Na maioria dos casos, porém, os "sexonâmbulos" fazem sexo com os próprios parceiros. É o caso de uma moça que, dormindo, exigia que o namorado transasse com ela. No início ele gostou, mas com o passar dos meses ela foi ficando cada vez mais agressiva e aterrorizou o rapaz.

Em 2003, no Canadá, um sujeito se safou de uma acusação de estupro alegando ter cometido o crime enquanto dormia. Um dos testemunhos cruciais para atestar sua inocência foi dado por um especialista em "sexsomnia" que diagnosticou a doença no réu.

A decisão gerou controvérsia. Afinal, um "sexonâmbulo" é ou não responsável por seus atos durante um ataque de sonambulismo? A questão é juridicamente espinhosa. A responsabilidade depende do grau de consciência do réu durante o ato criminoso.

Enfim, criminosa ou não, a manifestação sonâmbula de desejos sexuais inconscientes é sempre embaraçosa. Não soube ainda de nenhum caso de heterossexual dando vazão a sua homossexualidade durante o sono ou vice-versa. Mas, como todos nós temos algum potencial bissexual, não seria difícil acontecer. E aí, quero ver dormir com um barulho desses...

© Folha de S.Paulo
 
03 dezembro 2006
  Comentários-spam
Recentemente foram postados aqui no blog alguns comentários-spam. Por esse motivo, a partir de agora será solicitado uma pequena verificação de palavra a quem comentar aqui. Isto eliminará os spams. Agradeço a compreensão.
 

Minha foto
Nome:
Local: São Paulo, SP, Brazil

Cantora, compositora, colunista GLS e proto-escritora. Lésbica e feminista. Atualmente assina a coluna GLS da Revista da Folha no jornal Folha de S.Paulo e a coluna "Vange Leonel" no Mix Brasil.

mais informações:
BLOG Home
MySpace
Twitter


Vange Leonel

Criar seu atalho







ARQUIVOS
Novembro 2005 / Dezembro 2005 / Janeiro 2006 / Fevereiro 2006 / Março 2006 / Abril 2006 / Junho 2006 / Julho 2006 / Agosto 2006 / Setembro 2006 / Outubro 2006 / Novembro 2006 / Dezembro 2006 / Janeiro 2007 / Fevereiro 2007 / Março 2007 / Abril 2007 / Maio 2007 / Junho 2007 / Julho 2007 / Agosto 2007 / Setembro 2007 / Outubro 2007 / Novembro 2007 / Dezembro 2007 / Janeiro 2008 / Fevereiro 2008 / Março 2008 / Abril 2008 / Maio 2008 / Junho 2008 / Julho 2008 / Agosto 2008 / Setembro 2008 / Outubro 2008 / Novembro 2008 / Dezembro 2008 / Janeiro 2009 / Fevereiro 2009 / Abril 2009 / Maio 2009 / Julho 2009 / Agosto 2009 / Fevereiro 2010 / Março 2010 / Abril 2010 / Setembro 2010 / Outubro 2010 / Novembro 2010 / Fevereiro 2011 /






LIVROS
Balada para as Meninas Perdidas
Grrrls - Garotas Iradas
As Sereias da Rive Gauche




MEMÓRIAS DE UMA MULHER MACACA
Capítulo 1
Capítulo 2
Capítulo 3
Capítulo 4
Capítulo 5
Capítulo 6
Capítulo 7
Capítulo 8
Capítulo 9
Capítulo 10
Capítulo 11
Capítulo 12
Capítulo 13
Capítulo 14
Capítulo 15
Capítulo 16
Capítulo 17
Capítulo 18
Capítulo 19
Capítulo 20
Capítulo 21
Capítulo 22
Capítulo 23



CDs
Vermelho
Vange
NAU



TEATRO
As Sereias da Rive Gauche
Joana Evangelista



WEB
Mix Brasil
MOJO: Atrás do Porto...





Radio Liberdade
















BLOGS FAVORITOS
Cilmara
VAE
Marcia
Elisa
Pedro






Creative Commons License
Reproduçõees do conteúdo deste blog só serão permitidas se estiverem de acordo com as regras estabelecidas pela Creative Commons Attribution-NonCommercial 2.5 License.

Os textos da Coluna GLS, têm copyright da Folha de S.Paulo e só poderão ser reproduzidos sob permissão da empresa.




Powered by Blogger