11 fevereiro 2007
  Etiquetas sexuais
coluna GLS publicada na Revista da Folha em 04/02/2007

por Vange Leonel


A atriz bissexual Marlene Dietrich, elegante e sedutora, interpretava em "Marrocos" uma cantora supostamente heterossexual que durante um número musical beijava a boca de outra mulher, sensual e displicentemente.

A pop star Madonna, quase sempre heterossexual, já disse ter tido amantes lésbicas por diversão. Ela então é bissexual. Ou não? Qual a verdade? Qual a demarcação entre a heterossexualidade intermitente e a bissexualidade sazonal? Quando uma hétero habitual se envolve emocional e fisicamente com outra mulher... ela é bissexual?

Conheço mulheres hétero geniais que têm sonhos recorrentes e excitantes em que transam com moças interessantes e querem mais. Seriam elas bissexuais? Talvez inconscientes? Ou apenas bissexuais dormentes?

Há de tudo nesse mundo e um pouco mais. Existem lésbicas que se fazem bi para não soarem radicais e garotas bi que se dizem lésbicas para não complicar demais. E os e-mails pessoais de leitoras perdidas que me escrevem e pedem sem sacanagem que eu resolva dúvidas ancestrais: seriam elas hétero, lésbicas ou bissexuais?

O fato é que há mais orientações do que essas três "normais". Há mais nuances, lances e sinais trocados do que estamos acostumados. O enlevo, o beijo e o sexo são fluidos, desconexos e dúbios. Quem hoje é bi amanhã pode ser hexa ou tri. Triste é não seguir o fluxo do gosto e do desejo. Haja molejo!

© Folha de S.Paulo

 
Comments:
De repente o lance é não dar nome, somos serem mutantes e ser isso ou ser aquilo é dificil demais qdo estamos falando de coisas mais simples que sexualidade , imagina qdo o assunto é esse!
Adorei o texto Vange.Um beijo
 
oi Cuca, há aquela famosa escala elaborada pelo Kinsey que já é um pouco mais próxima da realidade. Dá uma olhada:
http://en.wikipedia.org/wiki/Kinsey_scale
beijos!
 
Como já escreveu Calligaris na propria Folha de sao paulo. Foucault, jurandir freire costa...
 
Vange, essa tal escala Kinsey é cientificamente comprovada?
Uma vez, conversei com minha cunhada, que é psicóloga, e ela sequer sabia, eu já tinha lido no site do museu do sexo.
Só uma coisinha (nada a ver): vc que é uma etóloga, pq não escreve sobre os animais que são fiéis aos seus parceiros por longa data?
 
Mais um excelente texto. Concordo: "Existem lésbicas que se fazem bi para não soarem radicais e garotas bi que se dizem lésbicas para não complicar demais". Muitas vezes acho que é o peso ainda mt forte de uma sociedade patriarcal, machista e atrasada espiritualmente que faz as mulheres auto-denominarem-se bi's...É mais fácil a aceitação social. Coragem mesmo é assumir-se como LESBICA!! Nunca li o Relatório Kinsley, mas li há vários anos atrás o Relatorio sobre Sexualidade Feminina de Shere Hite e gostei!! Actualmente ainda faz falta um relatório destes em mts países do mundo.rsrsrsr...
Black Bird
 
Postar um comentário



<< Home

Minha foto
Nome:
Local: São Paulo, SP, Brazil

Cantora, compositora, colunista GLS e proto-escritora. Lésbica e feminista. Atualmente assina a coluna GLS da Revista da Folha no jornal Folha de S.Paulo e a coluna "Vange Leonel" no Mix Brasil.

mais informações:
BLOG Home
MySpace
Twitter


Vange Leonel

Criar seu atalho







ARQUIVOS
Novembro 2005 / Dezembro 2005 / Janeiro 2006 / Fevereiro 2006 / Março 2006 / Abril 2006 / Junho 2006 / Julho 2006 / Agosto 2006 / Setembro 2006 / Outubro 2006 / Novembro 2006 / Dezembro 2006 / Janeiro 2007 / Fevereiro 2007 / Março 2007 / Abril 2007 / Maio 2007 / Junho 2007 / Julho 2007 / Agosto 2007 / Setembro 2007 / Outubro 2007 / Novembro 2007 / Dezembro 2007 / Janeiro 2008 / Fevereiro 2008 / Março 2008 / Abril 2008 / Maio 2008 / Junho 2008 / Julho 2008 / Agosto 2008 / Setembro 2008 / Outubro 2008 / Novembro 2008 / Dezembro 2008 / Janeiro 2009 / Fevereiro 2009 / Abril 2009 / Maio 2009 / Julho 2009 / Agosto 2009 / Fevereiro 2010 / Março 2010 / Abril 2010 / Setembro 2010 / Outubro 2010 / Novembro 2010 / Fevereiro 2011 /






LIVROS
Balada para as Meninas Perdidas
Grrrls - Garotas Iradas
As Sereias da Rive Gauche




MEMÓRIAS DE UMA MULHER MACACA
Capítulo 1
Capítulo 2
Capítulo 3
Capítulo 4
Capítulo 5
Capítulo 6
Capítulo 7
Capítulo 8
Capítulo 9
Capítulo 10
Capítulo 11
Capítulo 12
Capítulo 13
Capítulo 14
Capítulo 15
Capítulo 16
Capítulo 17
Capítulo 18
Capítulo 19
Capítulo 20
Capítulo 21
Capítulo 22
Capítulo 23



CDs
Vermelho
Vange
NAU



TEATRO
As Sereias da Rive Gauche
Joana Evangelista



WEB
Mix Brasil
MOJO: Atrás do Porto...





Radio Liberdade
















BLOGS FAVORITOS
Cilmara
VAE
Marcia
Elisa
Pedro






Creative Commons License
Reproduçõees do conteúdo deste blog só serão permitidas se estiverem de acordo com as regras estabelecidas pela Creative Commons Attribution-NonCommercial 2.5 License.

Os textos da Coluna GLS, têm copyright da Folha de S.Paulo e só poderão ser reproduzidos sob permissão da empresa.




Powered by Blogger