06 novembro 2006
  Uma pioneira na Casa Branca
coluna GLS publicada na Revista da Folha em 29/10/2006

por Vange Leonel


Ação afirmativa ou pura discriminação? Em 1933, a primeira-dama dos Estados Unidos Eleanor Roosevelt resolveu que daria entrevistas na Casa Branca só para mulheres jornalistas. No início, eram abordados assuntos amenos, que se supunham adequados a uma primeira-dama. Depois, quando ela se engajou na luta por direitos civis (de mulheres, jovens, negros e pobres), as coletivas adquiriram um tom mais político.

O fato é que a decisão de instituir coletivas só para repórteres do sexo feminino obrigou os donos de jornais a contratar mulheres para trabalhar nas redações de política, algo incomum na época. Note-se: a sugestão dessas coletivas femininas foi de Lorena Hickok, assessora de imprensa da primeira-dama que muitos afirmam ter sido sua amante.

Sim, a senhora Roosevelt, parece, tinha propensões lésbicas. Gore Vidal, em seu recente volume de memórias, revela que ela "nutria uma paixão sáfica" pela aviadora Amelia Earhart, sentimento que Amelia achava "desconcertante". A primeira-dama, dizia Earhart, "sempre sugeria que voassem juntas pelo país, somente as duas, comungando com o vento e as estrelas".

Inconfidências à parte, Eleanor Roosevelt possuía um temperamento que não se restringia às funções secundárias típicas de uma primeira-dama da época. Foi mais que dama. Incomodou muita gente. Tornou-se peça importante na luta global por direitos humanos.

© Folha de S.Paulo

Amelia Earhart e Eleanor Roosevelt durante um vôo noturno sobre Washington e Baltimore (21 de abril de 1933) - © Purdue University Libraries, Archives and Special Collections

 
Comments:
Vange, pode ser que o povo extivesse especulando ou que a Sra Roosevelt fosse uma '1ªDama de paus'...
O que importa é que na memória das mulheres de sua época, do atual momento, dentro e fora de seu país, ela não ficará marcada como mais uma 'mudinha-pendurada-no-esposo'!
 
ou dama de espadas, né? e ela tinha uma turminha de mulheres muito interessante... a certa altura ela se cansou das puladas de cerca do marido Franklin e foi morar numa mansão-república, cheia de mulheres-amigas, hahahahaha
 
Postar um comentário



<< Home

Minha foto
Nome:
Local: São Paulo, SP, Brazil

Cantora, compositora, colunista GLS e proto-escritora. Lésbica e feminista. Atualmente assina a coluna GLS da Revista da Folha no jornal Folha de S.Paulo e a coluna "Vange Leonel" no Mix Brasil.

mais informações:
BLOG Home
MySpace
Twitter


Vange Leonel

Criar seu atalho







ARQUIVOS
Novembro 2005 / Dezembro 2005 / Janeiro 2006 / Fevereiro 2006 / Março 2006 / Abril 2006 / Junho 2006 / Julho 2006 / Agosto 2006 / Setembro 2006 / Outubro 2006 / Novembro 2006 / Dezembro 2006 / Janeiro 2007 / Fevereiro 2007 / Março 2007 / Abril 2007 / Maio 2007 / Junho 2007 / Julho 2007 / Agosto 2007 / Setembro 2007 / Outubro 2007 / Novembro 2007 / Dezembro 2007 / Janeiro 2008 / Fevereiro 2008 / Março 2008 / Abril 2008 / Maio 2008 / Junho 2008 / Julho 2008 / Agosto 2008 / Setembro 2008 / Outubro 2008 / Novembro 2008 / Dezembro 2008 / Janeiro 2009 / Fevereiro 2009 / Abril 2009 / Maio 2009 / Julho 2009 / Agosto 2009 / Fevereiro 2010 / Março 2010 / Abril 2010 / Setembro 2010 / Outubro 2010 / Novembro 2010 / Fevereiro 2011 /






LIVROS
Balada para as Meninas Perdidas
Grrrls - Garotas Iradas
As Sereias da Rive Gauche




MEMÓRIAS DE UMA MULHER MACACA
Capítulo 1
Capítulo 2
Capítulo 3
Capítulo 4
Capítulo 5
Capítulo 6
Capítulo 7
Capítulo 8
Capítulo 9
Capítulo 10
Capítulo 11
Capítulo 12
Capítulo 13
Capítulo 14
Capítulo 15
Capítulo 16
Capítulo 17
Capítulo 18
Capítulo 19
Capítulo 20
Capítulo 21
Capítulo 22
Capítulo 23



CDs
Vermelho
Vange
NAU



TEATRO
As Sereias da Rive Gauche
Joana Evangelista



WEB
Mix Brasil
MOJO: Atrás do Porto...





Radio Liberdade
















BLOGS FAVORITOS
Cilmara
VAE
Marcia
Elisa
Pedro






Creative Commons License
Reproduçõees do conteúdo deste blog só serão permitidas se estiverem de acordo com as regras estabelecidas pela Creative Commons Attribution-NonCommercial 2.5 License.

Os textos da Coluna GLS, têm copyright da Folha de S.Paulo e só poderão ser reproduzidos sob permissão da empresa.




Powered by Blogger